Pastores da Comunidade

Pequena biografias dos pastores da IECLB que aturam na Comunidade de Osório/RS

Ernesto Fischer1. Ernesto Fischer (entre 1959 e 1969). Atendeu as comunidades, de 1960 até 1969, sediado em Itati mesmo antes de já haver sido criada a Paróquia Litoral Nordeste , realizando visitas esporádicas, também procurando seguir os passos do pastor Kunert.
Nasceu em Rio Claro, SP,  aos 19 de maio de 1904 e faleceu em Taquara, RS, aos  24 de novembro de 1996. Freqüentou a escola alemã e fez o curso ginasial e o exame estadual de professor no Estado de São Paulo. Desde jovem dedicou-se voluntariamente a várias tarefas eclesiásticas, como auxiliar de culto infantil, tesoureiro da Comunidade Evangélica de Rio Claro (de 1930-1940), e administrador do cemitério.

Em 1941 ele mudou para o Rio Grande do Sul, onde faltaram pastores por causa da onda de nacionalização e da proibição da língua alemã durante os anos da Segunda Guerra Mundial. Inicialmente atendeu a Comunidade Evangélica em Novo Hamburgo e participou da primeira turma de estudantes da recém-fundada Escola de Teologia em São Leopoldo. De março de 1942 até março de 1957 exerceu o pastorado em toda a região de Cerro Largo – Dona Otília.

Em janeiro de 1954 foi ordenado ao ministério pastoral em Lomba Grande, pelo Praeses Hermann Dohms.
De março de 1957 até novembro de 1959 trabalhou como Diretor da Escola Normal Rural em Pr. Getúlio Vargas.

Em novembro de 1959 assumiu o pastorado na Paróquia de Itati – Três Forquilhas, onde se aposentou a partir de 1º de janeiro de 1970.

Como aposentado morou em Taquara/RS, onde liderou a implantação do Lar OASE, um lar para idosos, criado por aquela comunidade e instalado em um antigo hospital, que fora construído por iniciativa particular de um médico, o qual, no entanto, não conseguiu mantê-lo durante muito tempo.

Ernesto Fischer era casado com Johanna ns. Dummer.
Uma de suas preocupações era conseguir ou publicar literatura em português. Com frequência artigos dele foram publicados nos anuários Jahrweiser e Anuário Evangélico. Também colaborou na elaboração das Seleções Evangélicas.

No hinário Hinos do Povo de Deus Fischer colaborou com o hino (feito em 1977) HPD nº 285 Sede unidos no Senhor!…, que trata de votos de bênçãos para um casal que inicia a vida matrimonial. Fonte: Portal Luteranos

Pastor Hélio Müller2. Elio Eugenio Müller (1969-1975). Nasceu em 12 de novembro de 1944 em Panambi/RS, filho de Arthur Theodoro Müller e Hilda Müller. Completou o Ginásio no Colégio Evangélico de Panambi em 1963. Prestou serviço militar em Cruz Alta onde realizou o curso de Cabos Combatentes do 17.º Regimento de Infantaria. Realizou vários cursos técnicos e trabalhou como impressor, tipógrafo, repórter e redator de jornais da região entre 1961 e 1968. Nesse ano ingressou em Ivoti na Escola de Formação de Obreiros Eclesiásticos da IECLB. Formado após o curso intensivo foi designado para a Paróquia de Três Forquilhas onde chegou em 17 de dezembro de 1969. Em Três Forquilhas, paróquia mãe das comunidades evangélicas luteranas de todo o litoral gaúcho, iniciou uma séria de reformas visando a reestruturação da mesma. Envolveu-se de tal forma a comunidade de Três Forquilhas que publicou depois em 1992 e 1993 dois livros sobre a história da região (Três Forquilhas (1826-1899) – 1.ª fase, a formação da Colônia e Três Forquilhas (1900-1949) – 2.ª fase, do Império à República). Deixou a comunidade em 1975. Casou em 19 de dezembro de 1970 com Dóris Voges Bobsin, neta do Pastor Voges o primeiro pastor evangélico do litoral, com quem teve 2 filhos.  Atualmente mora em Curitiba/PR.


otto3. Eduardo Gustavo Otto (1975-1980). Primeiro pastor da comunidade com presbitério próprio. Foi Pastor no período de 1 de março de 1975 a 24 de dezembro de 1980 atendendo toda a Paróquia Litoral Norte. Depois de 25 de dezembro de 1980 a 31 de dezembro de 1986 atendeu a Paróquia Rio Grande.

Faleceu em 8 de janeiro de 1990. O Pastor Otto era casado Adyles da Silva.



P AgildoTauchert4. Agildo Tauchert.  Nasceu em Ibirubá, RS, mas cresceu em Irai, nas barrancas do rio Uruguai. Estudou até o quinto ano escolar, na própria colônia.Aconselhado e animado por alguns pastores que trabalhavam em Irai, Agildo foi para São Leopoldo, no antigo “Lehrerseminar” (curso de formação de professores), onde estudou de 1954 a 1959, sendo que em 1958 foi obrigado a interromper os estudos e prestar o serviço militar.
Em 1960, foi enviado como professor à Escola Sinodal Rui Barbosa, em Carazinho. De 1961 a 1963 foi diretor da mesma. Por influência de um colega, inscreveu-se para um intercâmbio pedagógico entre professores do Brasil e da Alemanha. Em 1964, participei do intercâmbio em Worms, junto ao Rio Reno, na Alemanha.
No retorno ao Brasil, no início de 1965, foi designado à Comunidade Evangélica de Novo Hamburgo como professor catequista. Neste período conheceu a esposa Mirna, com que casou em 1967. Já em 1968, após um curso intensivo de Teologia assumiu a Paróquia Evangélica de Não-Me-Toque, como segundo pastorado. Permaneceu ali até 1972. Transferido para Cascavel, no Paraná, e depois mais 4 anos na comunidade de Foz do Iguaçú, também no Paraná. Em 1987 assumiu a Paróquia Litoral Nordeste, com sede em Tramandaí. Em 1989 aposentou-se e foi residir em Novo Hamburgo, onde mora até hoje. Como conhecedor da língua alemã, Agildo trabalhou junto à Socaltur Turismo. Durante quase 10 anos exerceu a função de guia de turismo nacional e internacional, viajando cerca de 40 vezes para a Europa, onde conheceu Alemanha, Suíça, Áustria, Itália, França, Inglaterra, República Tcheca, Portugal, Espanha e Liechtenstein.
Agildo e Mirna hoje tem 3 filhas e um filho, quatro netas e três netos. Atualmente, Agildo desenvolve uma atividade junto à natureza num pequeno sítio, criando abelhas e plantando árvores, daí o apelido de “vovô Dendrólogo”.

Osmar Armange5. Osmar Armange (1981-1988).  1º Pastor residente que atendeu a Paróquia do Litoral de 1981 a 1988.
Autobiografia:
Eu, Osmar Armange, nasci em 28/08/1939 em Conventos, Lajeado. Filho de Abílio e Leopoldina Troller Armange. Cursei o primário na Escola Evangélica da Comunidade local, ingressando no Instituto Pré-Teológico de São Leopoldo em março de 1953, formando-me em dezembro de 1958, quando ingressei na Faculdade de Teologia. Após dois anos, 1961, fiz um estágio na Comunidade de Estrela, voltando para Faculdade em março de 1962, fixando residência no Colégio Sinodal, lecionando latim, alemão, religião e educação física.
Formei-me como Pastor em 24/06/1964, iniciando o Pastorado em 15/07/1964  na Paróquia Evangélica de Santa Rosa. Casei-me em 05/09/1964 com Ivete Doernte. Santa Rosa foi marcante para mim, pois foi o início da caminhada Pastoral; onde me casei; e onde nasceram nossas duas filhas: Karin e Carla.

Em fevereiro de 1970 aceitamos o convite da Paróquia da Paz  de Porto Alegre, permanecendo até dezembro de 1974, quando nos transferimos para a Paróquia de Carazinho, permanecendo na mesma até outubro de 1981, quando nos sentimos desafiados a assumir  uma Paróquia recém criada, a Paróquia Litoral Nordeste, com sede em Tramandaí. Em 1987, a Paróquia da Paz de Porto Alegre passou por dificuldades, correndo o risco  de deixar de ser Paróquia independente e sentimo-nos desafiados a voltar, encerrando os trabalhos pastorais em janeiro de 1996, com nossa aposentadoria.
Os dois desafios assumidos foram muito gratificantes e sem dúvida foram experiências especiais:
a) iniciar o trabalho numa Paróquia que só tinha a ata de criação e o nome.
b) voltar para uma Paróquia, onde já havíamos trabalhado antes.
Depois de aposentado, passamos a fixar residência em Tramandaí, onde ainda tínhamos muitos amigos.

clovis7. Clóvis Nähr (1989-1992). Nasceu em 25 de agosto de 1943 na localidade de Pontes Filho em Estrela/RS, hoje Teutônia. Filho de Helmuth Nähr e Sitta Dreyer. Completou o Ginásio no Colégio Jacob Renner em Montenegro em 1961. Depois de servir em São Leopoldo no 19.º Regimento de Infantaria lecionou em Boa Vista, Estrela, e em Forquetinha, Lajeado. Em 1966 foi estudar na Escola Normal Evangélica de Ivoti onde se formou como professor catequista. Em 1969 realizou o Curso Teológico Complementar, em Ivoti, e foi ordenado para o ministério pastoral junto com Elio E. Müller. Em 1970 foi enviado como pastor a Carazinho onde permaneceu até 1974. Mudou-se então para a Paróquia de Concórdia, SC onde permaneceu por 6 anos. Depois de Concórdia assumiu a Paróquia de Portão. Em 1988 fez um ano de estudos complementares na Alemanha. De retorno ao Brasil assumiu a Paróquia do Litoral Norte (hoje Paróquia da Trindade). Em 1992 transferiu-se para Canela e em 2001 para a Paróquia de Três Coroas onde se encontra no presente. Clóvis é casado com Myrna Ethel Engelmann e pai dos gêmeos Marcos e Marcelo e de Martim.


Pastor Jairo Gustavo Ferreira Cruz8. Jairo Gustavo Ferreira Cruz (1992-1998). Nasceu 20 de maio de 1958, em Novo  Hamburgo/RS, filho de Gustavo  Adolpho Tornquist Cruz e Adir Ivone Ferreira Cruz.  Foi professor de Ensino Cristão na Fundação Evangélica de Novo Hamburgo de 1979 a 1981. Trabalhou na Comunidade Evangélica de Novo Hamburgo, em particular na Paróquia da Ascensão, em Novo Hamburgo, ajudando os pastores Helmuth Burger, Orlando Keil, Elio E. Müller e Oziel C. de Oliveira, especialmente no trabalho de Ensino Confirmatório e Juventude Evangélica. De julho de 1984 a fevereiro de 1985 realizou estágio junto à Paróquia de Palhoça/SC com o P. Arno Paganelli na Comunidade de Campinas. A partir de março de 1985 trabalhou junto ao CEM (Centro de Elaboração de Material) da IECLB, onde teve um contato mais profundo na área da comunicação. Posteriormente foi enviado para o primeiro pastorado, em julho de 1987, em Teófilo Otoni/MG, onde permaneceu até janeiro de 1989. Atuou em Irati/PR entre 1989 e 1992, quando foi finalmente transferido para Paróquia Litoral Nordeste, com sede em Tramandaí/RS. Nesta época a paróquia era composta pelas Comunidades de Capão da Canoa, Mariluz, Tramandaí, Osório, Santo Antônio da Patrulha e Caraá. Deixou a Paróquia Litoral Nordeste em julho de 1998 indo atuar em Sapiranga, onde permaneceu até julho de 2007. Nesse ano transferiu-se para Joinvile/SC, Paróquia Unida em Cristo.

O Pastor Jairo Cruz casou no dia 6 de julho de 1985 com Rosilane Sell (natural de Taquaras, Rancho Queimado/SC), em Campinas, São José/SC. É pai de Ana Paula nascida em 7 de julho de 1986 em São Leopoldo/RS e Rodrigo nascido em 11 de agosto de 1988, em Teófilo Otoni-MG.


Sidnei-Schier9. Sidnei S. Schier (1998-2005).


10. Samuel A. Piangers (2004-2006, junto com o anterior). Recém formado assumiu como auxiliar do Pastor Schier em 2004, mas deixou a comunidade e a IECLB em 2006.


eli11. Eli E. Deifeld (2006-2009). Nasceu em 8 de junho de 1978 em Ajuricaba/RS, filha de Romaldo Deifeld e Ana. Em 1995 foi estudar na Escola Evangélica Ivoti, se formando no curso de tradutor e interprete. Em 1998 ingressou na Escola Superior de Teologia-EST- São Leopoldo, onde realizou seus estudos pastorais. Tendo realizado intercâmbio em Munique na Alemanha entre 2002 e 2003. Realizou o estágio em Salvador na Bahia no segundo sementre de 2004 e o Período Prático de habilitação ao Ministério em Porto Alegre, na Paróquia do Salvador, em 2005. Em 18 de abril de 2006 assumiu a recém formada Paróquia da Trindade sendo a primeira pastora da Comunidade Martin Luther, Osório. Deixou a Comunidade e a Paróquia em dezembro de 2009, transferindo-se para Joinvile (SC), onde está em atividade atualmente. É casada com Thiago Alonso Hinkel.


12. Maria Grenzel Gressler (2010). Teóloga, substituiu a Pastora Eli Deifeld, até a chegada do Pastor Luiz Paulo Geiger, entre janeiro e junho de 2010.


13. Luiz Paulo Geiger (2010). Nasceu em 30 de novembro de 1957, em Ijuí (RS). Teve desde a infância atividades diversas ligadas a Igreja, em Ijuí, participando da Juventude Evangélica, atuando como professor do Culto Infantil e auxiliando pastores nas atividades pastorais com os Grupos ECO e Estudos Bíblicos da MEUC. Ingressou na EST – Escola Superior de Teologia, em São Leopoldo, em fevereiro de 1979 onde se formou em dezembro de 1985. No ano de 1983 participou de um programa de Intercâmbio Teológico estudando no Seminário Bíblico Latino-americano, na Costa Rica, onde concentrou os estudos na área da Psicologia. De julho de 1984 a fevereiro de 1985 fez o estágio (hoje PPHM) em Florianópolis (SC) com o P. Adelário Müller. Neste ano, em dezembro, casou com a massoterapeuta e técnica em enfermagem Sandra Cavalheiro, nascida em 9 de dezembro de 1961 também em Ijuí (RS). Assumiu o pastorado em Barreiras (BA), onde permaneceu até 1988. De fevereiro de 1989 a abril de 1992 atuou como pastor em São Luiz Gonzaga (RS), onde nasceu o filho Cristiano, em 1989. De maio de 1992 a abril de 2000 atuou em Juiz de Fora (MG), onde nasceu o filho Davi, em 1997. Entre maio e julho de 1999 esteve na Alemanha, com um grupo de casais de Pastores, numa viagem de Estudos patrocinada pela Igreja da Alemanha. De abril de 2000 a fevereiro de 2007 trabalhou como pastor na Comunidade de Caxias do Sul (RS). Entre março de 2007 e maio de 2010 atuou na Paróquia Evangélica de Maravilha (SC), no 2.° Pastorado, com sede em Modelo (SC). Assumiu a Paróquia da Trindade em junho de 2010.

genesio_bobsinEntre outros pastores que deram atendimento emergencial a comunidade estão os pastores: Genésio Bobsin.

Fonte: –  Arquivo Histórico da IECLB; –  Arquivo pessoal dos pastores; –  Livro de Atas n.º 1 da Comunidade Evangélica Martin Luther; – TRESPACH, Rodrigo. Comunidade Martin Luther, 1976-2006 – 30 anos de fundação da Comunidade e da construção do templo, trabalho elaborado e apresentado por Rodrigo Trespach em culto especial em 19.12.2006 publicado no Jornal Rio dos Sinos, do Sínodo Rio dos Sinos-IECLB em jan/2007 sob o título Comunidade do litoral comemora 30 anos com culto festivo; – TRESPACH, Rodrigo. Passageiros no Kranich – História e genealogia da família Dreßbach (Dresbach, Dressbach, Tresbach e Trespach). Porto Alegre: Alcance, 2007, p.233 a 235.